Serviços de consultoria são uma forma de fazer uma renda extra com conhecimentos específicos adquiridos. Mas como cobrar por consultoria quando aparecem os primeiros clientes?

Para facilitar, quebramos em tópicos o assunto, e assim você pode fazer uma análise geral das nossas dicas e encontrar o melhor método para o seu negócio!

Calcule suas necessidades e custos

Se você está pronto para dar o salto para a consultoria em tempo integral, mas deseja manter seu custo de vida atual, precisa determinar o custo de fazer negócios.

Para fazer isso, o indicado é cobrar cerca de três vezes a sua hora atual.

Por que muito mais alto? Essa taxa mais alta preenche as lacunas de uma verdadeira agenda de consultoria (pode parecer que você está trabalhando 60 horas com tarefas administrativas, publicidade e etc, mas não estará ganhando em mais que 40 horas).

Você também precisará contabilizar as despesas adicionais que seu empregador cobriu anteriormente, como assistência médica, dias de férias, licença médica e um plano saúde por exemplo.

Essa é apenas a linha de base. Em seguida, você precisa considerar o custo de administrar seu negócio.

Você precisará alugar um espaço de escritório para se reunir com os clientes ou administrará seus negócios em casa? Existem organizações de associação profissional pelas quais você precisará pagar? Alguma certificação técnica para aumentar seu valor e habilidades? Não se esqueça dos custos de software e combustível.

Depois de saber quanto está ganhando agora e tudo o que precisará pagar, você terá uma boa ideia de quanto precisará cobrar para manter uma certa qualidade de vida e fazer seu negócio decolar.

Mas esse é apenas o ponto de partida. Para atrair melhores clientes e expandir seus negócios, você precisa se valorizar adequadamente.

Lembre-se de que suas taxas de consultoria não são apenas o preço de fazer negócios, eles são uma representação do valor que você traz para os clientes. Dê um preço muito baixo aos seus serviços e você estará vendendo menos que seu talento e experiência.

Além disso tudo, é importante pensar nas suas metas e projeções.

Calcule o valor da sua consultoria

Agora, é hora de misturar um pouco de arte com ciência. Normalmente, seu valor como consultor depende de três coisas:

  1. As taxas de mercado para o seu setor
  2. Sua experiência e o escopo dos serviços que você oferece
  3. O que seus concorrentes estão cobrando

Se você está gostando desse artigo, ou se interessa por esse tipo de conteúdo, não hesite em cadastrar-se para receber mais novidades, modelos, conteúdos e muitos mais!

Encontrando as taxas de mercado para o seu setor

Assim como em um trabalho normal, as taxas que as pessoas estão dispostas a pagar por vários conjuntos de habilidades podem variar muito, de algumas dezenas a algumas centenas de dólares por hora. Aqui está o que encontramos:

  • Os consultores de marketing cobram entre R$ 70 e R$ 300 por hora, sendo R$ 100 a média.
  • Os especialistas em SEO podem estar na extremidade superior dessa faixa, enquanto os consultores de mídia social estão na extremidade inferior, com os estrategistas de marca em algum lugar no meio.
  • Os consultores de RH cobram entre R$95 e R$190 por hora, sendo a média de R$140
  • Os consultores fiscais cobram cerca de R$200 por hora
  • Web designers cobram cerca de R$50 a R$200 por hora, sendo R$100 a média. Como alternativa, eles podem cobrar uma taxa fixa de projeto de R$1.000 a R$10.000 por site
  • Os consultores de gestão cobram entre R$100 e R$350 por hora
  • Os consultores de UX cobram entre R$100 e R$300 por hora, sendo a média de R$150

Clientes em grandes cidades e áreas costeiras geralmente têm orçamentos maiores e estão dispostos a pagar mais. Se você estiver fornecendo serviços remotos, defina suas tarifas com base na localização do seu cliente, não na sua.

Defina seu modelo de preços para consultoria

Finalmente, você sabe quanto quer ganhar. Agora, é uma questão de descobrir como obter esse dinheiro dos clientes. Parabéns! É hora de descobrir seu modelo de preços.

Os modelos de precificarão baseados em projetos são os mais populares, mas não são a única opção viável.

banner assinadoc artigos

Decidir entre modelos de preços por hora e por projeto de consultoria

Seus serviços de consultoria envolverão muitas reuniões com clientes ou telefonemas? Nesse caso, pode fazer sentido cobrar pelo seu tempo por hora, em vez de uma taxa baseada em projeto.

Algumas pessoas ficam um pouco envergonhadas com a ideia de dizer a um cliente sua taxa horária. Nesses casos, pode ser mais fácil (e mais inteligente) dar a alguém uma taxa de projeto.

Os clientes tendem a preferir taxas de projeto. Uma taxa fixa dá a eles uma quantia definida de dinheiro que eles podem esperar gastar.

Os consultores aproveitam esse modelo de precificação porque podem ganhar mais do que ganhariam com uma taxa horária tradicional.

Por exemplo, se você sabe que um determinado projeto leva sete horas, pode cobrar uma taxa definida mais próxima de dez horas. São três horas de lucro extra.

Claro, o inverso também pode ser verdade. Digamos que você seja um novo designer gráfico e tenha cotado uma taxa com base no tempo que você levaria para criar um infográfico para um cliente.

Então, descobriu-se que o cliente queria ter várias chamadas iniciais discutindo o infográfico antes que você pudesse realmente começar o projeto. O projeto de repente se torna muito menos lucrativo.

Não menos importante!

Independentemente de qual modelo de precificação você escolher, tenha confiança em suas taxas e saiba que o cliente não se importa com o “tempo” que você leva para concluir um projeto.

Eles se preocupam com o resultado do negócio. Avalie o valor desse resultado final e cobre de acordo.

Agora que tal fechar o contrato com seus clientes de uma forma moderna, prática e inovadora? Aproveite e baixe agora nosso modelo de contrato de consultoria gratuito!

Cadastro assinadoc
                               
                                   Ver comentários